Proteger as Crianças compete a todos

Com o prolongamento do Estado de Emergência e o confinamento dos alunos, há sempre situações mais frágeis que não devemos descurar. A Comissão Nacional de Proteção dos Direitos das Crianças e Jovens relembra esta campanha que também nós divulgamos. O dever da proteção é coletivo.Esteja atent@ e divulgue esta iniciativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *